Visconde do Rio Branco, 10 de dezembro de 2019

CURSO PREPARA PRIMEIROS RECUPERANDOS QUE INTEGRARÃO A APAC

29 de março de 2019

JUSTIÇA REGENERATIVA É APLICADA PARA DIMINUIR ÍNDICES DE REINCIDÊNCIA DE CRIMINALIDADE

Na última sexta-feira (22), foi finalizado o primeiro curso “A viagem do Prisioneiro”*, ministrado por voluntários da APAC (Associação de Proteção e Assistência aos Condenados) para condenados que cumprem pena no sistema prisional tradicional, no Presídio de Visconde do Rio Branco. O objetivo é formar os primeiros recuperandos que serão direcionados para a APAC sediada na antiga Escola Albergue, localizada na Av. Zumbi dos Palmares, atualmente sendo reformada para abrigar o projeto previsto para inaugurar ainda este ano. O projeto do Poder Judiciário é que a implantação da justiça regenerativa em VRB contribua para a diminuição da reincidência de crimes praticados por egressos do sistema, pois os dados da FBAC (Fraternidade Brasileira de Assistência aos Condenados) demonstram que as 120 APACs espalhadas pelo Brasil conseguem cerca de 80% de recuperação dos presos, em contraposição a média 15% registrada pelos presídios comuns.

O curso foi ministrado por dois voluntários, sendo um Pastor Evangélico, Célio Granja, e pelo membro da Pastoral Carcerária da Igreja Católica, Luciano Faria. “Um dos pilares da APAC é a fé religiosa. Então, “A Viagem do Prisioneiro” é o estudo do evangelho de Marcos norteado por três perguntas: “Quem é Jesus?”,“Porque Jesus veio?”, “E agora, que diferença isso faz para minha vida?”. É uma introdução ao processo de mudança de caráter, de pensamento e atitudes. Durante oito encontros construímos as respostas em conjunto, e foi muito bom perceber a diferença em cada um deles”, contou o Pastor Célio.

O momento de encerramento do curso foi de muita emoção para os recuperandos, que enxergam esta oportunidade como uma esperança para o futuro. “Estou muito feliz por ter sido escolhido por bom comportamento aqui no presídio para fazer parte da primeira turma da APAC. Ainda serei condenado, pois sou réu confesso, mas vou agarrar esta chance com as duas mãos, e no dia em que eu sair, mesmo depois de pagar minha dívida com a sociedade, quero continuar sendo voluntário da APAC por quanto tempo Deus me permitir”, falou um dos participantes, de 54 anos.

PREFEITO IRAN DESTACA INVESTIMENTOS NA SEGURANÇA PÚBLICA

A formação da primeira turma trouxe boas expectativas para o sucesso do projeto. “O Fórum está investindo na reforma dos prédios doados pela Prefeitura e este primeiro curso está nos trazendo a segurança de que estamos no caminho certo. A sociedade está aprendendo e abraçando o projeto e em breve faremos a inauguração da APAC. ”, contou a Defensora Pública Sâmara Damato, que acompanha todo o projeto de implantação do método. “A Segurança Pública sempre foi uma de nossas preocupações, mesmo não sendo nossa obrigação como Gestão Municipal. Inauguramos uma sede nova para a Polícia Civil, mantemos convênio com as Polícia Militar e Civil para apoiar o atendimento aos cidadãos, implantamos o Olho Vivo nas principais ruas do Centro e agora vamos ampliá-lo para os trevos, conseguimos viaturas para garantir as rondas e ações. A proposta do Fórum com a abertura da APAC é recuperar os presos para que, quando voltarem ao convívio social, estejam recuperados e não retornem para o mundo do crime. Assim, a sociedade inteira é beneficiada, por isso ganhou nosso apoio”, afirmou o Prefeito Iran.

*A Viagem do Prisioneiro é um programa da PrisonFellowshipInternational (PFI), projetado para ser um programa replicável de formação, estruturada espiritualmente, que apresenta aos prisioneiros Jesus Cristo e sua Igreja e convida-os a entrar ou a renovar um relacionamento com Ele. O PVP é construído em torno de um estudo de 8 semanas que ficou conhecido como “O Curso” e que foi projetado especificamente para o ambiente prisional.



29 de março de 2019 - 10:15

Data da Última Modificação: 29 de março de 2019 - 10:15

Comments are closed.