Prefeitura Municipal de Visconde do Rio Branco

Você sabia?
Visconde do Rio Branco, 26 de março de 2017
Imprimir Email

Turismo

Pontos Turísticos

por Assessoria Comunicação

19/06/2013 13:42

"Conservatório Estadual de Música “Prof.Theodolindo José Soares”

“Foi fundado pela lei de n° 811, no dia 13 de abril de 1951, tendo sido instalado nesta cidade com a denominação de Conservatório Estadual de Música Prof. Flausino Vale”, aos 13 de abril de 1953.
Mais tarde, através do decreto n° 11.404 de 21 de outubro de 1968, passou a denominar-se Conservatório Estadual de Música “Professor Theodolindo José Soares.”
Instalado em sede própria graças ao empenho dos rio-branquenses: o diretor Batista Caetano de Almeida Neto e o deputado Luiz Soares.
O prédio possui belo estilo arquitetônico, obra sólida, destaca em preservação de fidelidade às suas características.
O conservatório proporciona a oportunidade de desenvolver e aprimorar dotes musicais, ampliando a cultura e a sensibilidade, de modo cativante e harmonioso, oferecendo oportunidade e o prosseguimento de brilhantes carreiras. É um espaço privilegiado para estimular os processos de aprendizagem, criação, registro e difusão de todos os aspectos da cultura musical.
O conservatório é o orgulho de nosso Município, que através dele deixa de ser tão somente “um ponto de luz no mapa” “tornando-se uma estrela de alta grandeza”.



Banda 13 de Maio

A Sociedade Musical 13 de Maio foi fundada em 1970, no dia 13 de maio, pelo fundador Felício Rodrigues Silva. A entidade é remanescente da Banda Mirin, tornando-se Sociedade a partir de maio 1974. Atualmente conta com 54 componentes e mantém uma Escola de formação Musical com ensino gratuito e profissionalizante composto por 39 jovens. Atualmente, a direção da banda é do Maestro Tito Viana. Em comemoração ao aniversario da banda, tradicionalmente, os músicos desfilam pela cidade a partir das quatro da manhã em alvorada festiva no dia 13 de maio.



Prédio da Prefeitura Municipal

O Prédio da Prefeitura Municipal foi inaugurado em 1902 pelo presidente da câmara, Dr. Carlos Peixoto Filho a quem coube a tarefa de terminar a construção do prédio. No inicio, foi instalado ali também o fórum da cidade, que mais tarde mudou-se pra sua sede própria construída ao lado da prefeitura. A sociedade Rio-Branquense sempre se valeu do Salão Nobre da Prefeitura para realizar festas, reuniões importantes e até bailes. Hoje, o prédio é utilizado apenas para reuniões e todo o serviço prestado pela Prefeitura. É um prédio de estilo eclético, comum no principio de século, de inestimável valor histórico e arquitetônico para a cidade.

 
Igreja Matriz São João Batista


Sua construção foi iniciada em 24 de setembro de 1907, e terminada em 1917. A Construção da Obra foi devida ao construtor Vitor Vitarelli (I). Era um trabalho primoroso, com colunas coroadas de   capitéis ricamente trabalhadas em mármore, com paredes ricamente pintadas e um coro com escada de caracol trabalhadas  em madeiras e balaústre. Era considerada uma das mais belas da região entre 1973 a 1979. A igreja sofreu uma reforma sob a direção do padre Raymundo Nonato de Carvalho, que tinha como objetivo a ampliação de seu espaço interno, foram retiradas as colunas laterais da nave central, mudando sua característica,e hoje ela conta com uma arquitetura de 1° mundo.


Museu Municipal


O prédio no qual o museu está instalado foi construído na década de 1920 para ser moradia do gerente da Companhia Força e Luz Cataguases-Leopoldina, atual Energisa. Mais tarde o prédio passou para a prefeitura que o cedeu para o funcionamento do Museu Municipal de Visconde do Rio Branco. O museu esta localizado na Rua do Divino no centro da cidade. Ele foi fundado em 26 de setembro de 1992, mas oito anos antes de sua fundação seu acervo já começava a ser captado por Dona Theresinha de Almeida Pinto que guardou em sua casa as peças e os documentos conseguidos com a população. O museu oferece a comunidade uma biblioteca e um rico acervo de fotografias, documentos e numismática. O museu é dedicado, especialmente à preservação de bem representativos da historia local, sendo também uma instituição voltada para a cultura de Minas e do Brasil. O museu conta com uma sala de pesquisa que através dela é possível aos estudantes de todos os níveis, e demais pessoas da comunidade, desenvolver pesquisas. O museu possui inúmeros arquivos e os seus valores históricos são inestimáveis.

Escola Municipal Dr. Carlos Soares


Foi solenemente inaugurada no dia 14 de julho de 1915, sendo este o primeiro estabelecimento estadual de ensino primário. Seus fundadores foram Dr. Carlos Soares de Moura, Dr. Raul Soares e Dr. Eugenio de Melo, expressões lídimas da política local daquela época, que se interessavam pela causa do ensino. O estabelecimento oficial recebeu a denominação de grupo escolar Dr.Carlos Soares, em homenagem ao ilustre político. Sua cede foi construída em um terreno doado pela prefeitura Municipal, tendo como construtor o Sr.Vitor Vitarelli, com uma arquitetura invejável. A referida escola recebeu a denominação de escola Municipal Dr. Carlos Soares no dia 21/11/1997 pela lei municipal 377/97, desde então a escola conta com um padrão de excelência no ensino de nossa cidade. Atualmente, a escola possui 431alunos matriculados.


PRAÇA 28 DE SETEMBRO


Foi inaugurada em 1909, Ela recebeu o nome de parque municipal Carlos Peixoto Filho, em homenagem a um político da época, Carlos Peixoto. ela sofreu várias transformações, hoje ela e chamada de Praça 28 de setembro devido a essa ser a data de sua emancipação política em 1882.


CORETO


O antigo coreto foi construído com materiais Franceses,e nos anos de 1940 ele foi demolido. Ele era parecido com o que há hoje na Praça da Liberdade, ele era considerado um monumento riquíssimo de cultura. O coreto que há hoje na praça, também é belíssimo e conta com uma invejável arquitetura está no localizado no centro da praça, exatamente no mesmo lugar que o antigo.


Cinema Brasil


A sede do cinema Foi inaugurada em 1915. Já em 1912 inaugurou-se a sociedade do cinema, empresa teatral Rio Branquenses. Mais tarde se tornou propriedade privada,passou a pertencer ao Senhor Agostinho Marques é passou a se chamar Cinema Brasil,Era o que tinha de melhor na cidade, Ir ao cinema era a melhor atração que tinha na cidade, na época. Hoje o prédio do antigo cinema e tombado como patrimônio Histórico  cultural.


ESTAÇÃO FERROVIARIA


Foi construída logo após a inauguração das estradas de ferro em 1981. Servia de escoação das indústrias e de passageiros, pois era o transporte mais utilizado na época. Sua Inauguração contou com a ilustre presença de DON Pedro e a Imperatriz. Surge a partir daí o progresso em nossa cidade. Hoje a sede da estação ferroviária e tombada como patrimônio histórico, é esta sendo utilizada como sede da secretaria municipal de Saúde, mas sua arquitetura não foi modificada obedecendo às normas de conservação de patrimônio histórico.


Escola Estadual Dr. Celso Machado


A Escola Estadual Dr. Celso Machado está localizada à Rua Governador Valadares, n°168, Município de Visconde do Rio Branco, Minas Gerais.
Recebeu este nome em homenagem ao patrono e seu fundador Celso Machado.
A Escola foi criada pelo decreto 9.930 de 12 de abril de 1930, e foi instalada em função do decreto 10.150 de cinco de dezembro de 1931 com a denominação de “Escola Normal Oficial”. Em 1969 Colégio Estadual de Visconde do Rio Branco.
Posteriormente, por força da legislação em vigor, passou a ser denominada Escola Estadual de 1° e 2°grau. Em virtude do decreto 16.991, publicado no Minas Gerais de 19 de fevereiro de 1975, passou a ser denominada Escola Estadual Dr.Celso Machado. A Escola foi por muitos anos, a principal formadora de professores das séries iniciais.
A missão da Escola é atender as expectativas dos alunos, dos professores, da família e da comunidade. Promover uma educação humanista assumindo com dignidade a autonomia e o exercício da cidadania, tornando a escola prazerosa, num trabalho coletivo, abrindo caminho para uma vida melhor formando seres humanos competentes, solidários e autônomos.
 



Matérias relacionadas

    Final do corpo do documento e conteúdo da página