Visconde do Rio Branco, 21 de setembro de 2017

EDUCAÇÃO UTILIZA INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA EM TURMAS COMO ESTRATÉGIA PARA MELHOR APRENDIZAGEM

6 de setembro de 2017

MÉTODO É UTILIZADO EM CLASSES QUE APRESENTAM NECESSIDADES COLETIVAS E REÚNE PROFISSIONAIS DE VÁRIAS SECRETARIAS

Para atender às necessidades apresentadas pela Supervisão e Coordenação das Escolas Municipais, foi iniciado um projeto de intervenção pedagógica aplicado a classes inteiras, que apresentam necessidades coletivas em áreas como comportamento e aprendizagem. A primeira turma a ser beneficiada com o método foi o 5º Ano da E. M. Dr. Carlos Soares, que participa de encontros semanais com a Equipe Multidisciplinar da Secretaria Municipal de Educação, que também convidou profissionais de outras pastas para auxiliarem na ação.

Os problemas apresentados pelos educadores envolviam falta de concentração, descompromisso com as atividades escolares e necessidade de orientações em saúde. “A partir disso, montamos um plano de dois meses para abordarmos as questões com as crianças. Planejamos encontros interativos, onde eles podem participar com perguntas e também produzindo trabalhos. Contamos com o auxílio das Secretarias de Saúde e Desenvolvimento Social, que contribuíram com assuntos específicos. Enfatizamos muito sobre os deveres dos estudantes, juntamente com o Conselho Tutelar, mostrando a responsabilidade deles na construção da vida escolar”, disse Rachel Cerqueira, Assistente Social da Equipe Multidisciplinar da SME.

As crianças participam muito e demonstraram ter aprendido os conceitos ensinados. “Aprendi que não podemos fazer bullying, desrespeitar a professora ou coisa parecida. Achei muito legal participar, porque eles conversam muito com a gente e escutam o que queremos contar”, falou Wesley Silva, de 10 anos. “Sabemos que são crianças que tem muitas carências, que precisam de algo mais que a Escola não pode atender e poder contar com a equipe multidisciplinar é muito bom, melhora a aprendizagem deles e auxilia muito na convivência aqui na escola”, relatou Rosângela Antonucci, coordenadora da E. M. Dr. Carlos Soares.

 



6 de setembro de 2017 - 15:42

Data da Última Modificação: 6 de setembro de 2017 - 15:42

Comments are closed.