Visconde do Rio Branco, 29 de março de 2020

FALTA DA VACINA PENTAVALENTE PROVOCA LISTA DE ESPERA EM VRB

18 de outubro de 2019

DESABASTECIMENTO É DE RESPONSABILIDADE DO MINISTÉRIO DA SAÚDE E ATINGE A TODO BRASIL

A falta de vacina pentavalente, que o Ministério da Saúde (MS) não repassa conforme a necessidade para Visconde do Rio Branco há três meses, tem ocasionado uma fila de espera nos PSFs e no Centro de Saúde Beira Rio que já ultrapassou o número de 100 crianças. O desabastecimento é de âmbito nacional, porém, localmente, a falta da imunização já preocupa os pais quanto à saúde dos bebês, pois a aplicação das doses se inicia aos dois meses de vida. De acordo com o Governo Federal, a previsão de normalização dos estoques é até o mês de novembro.

O calendário vacinal estabelece a aplicação da pentavalente ao dois, quatro e seis meses de vida, imunizando os bebês contra difteria, tétano, coqueluche, e as infecções causadas pela bactéria Haemophilus influenzae tipo B. Gisele Andrade, Coordenadora Municipal de Imunização, orientou as equipes a registrarem as crianças que não conseguiram a dose da vacina. “Desde agosto temos enfrentado essa dificuldade. Foram recolhidas as vacinas do laboratório Biological, em torno de 400 doses devolvidas, e recebemos como reposição em torno de 60 doses. Então, iniciamos a lista de espera. Quando chega uma criança para receber a pentavalente, nós agendamos e aplicamos as outras vacinas que temos, assumindo o compromisso de, assim que chegar, entrar em contato. Mesmo sabendo que a falta atinge a todo Brasil, continuamos fazendo o pedido. Neste mês, pedimos 500 vacinas e recebemos apenas 91. No comunicado do MS, eles dizem que estão procurando regularizar o abastecimento com previsão para outubro, novembro ou dezembro. Estamos aguardando”, informou Gisele.

A Secretaria Municipal de Saúde tem notificado os órgãos estaduais e federais responsáveis pela distribuição de medicamentos, porém, sem resposta que reflita positivamente, como explicou Thiago de Castro, responsável pela pasta. “É uma grande preocupação que temos há alguns meses. Percebemos essa incompetência do Governo Federal para atender às demandas dos municípios, e a dificuldade apresentada em agir mais rapidamente. É um problema que atinge a todos os estados, e aqui em Visconde do Rio Branco não é diferente. Temos feito contato com o Governo de Minas para nos ajudar nesta tarefa, pois o Estado tem a sua parcela de responsabilidade, só que também não tivemos um retorno efetivo. O que precisamos é das vacinas para atender ao calendário vacinal e proteger as nossas crianças de todas essas doenças. Foi sinalizado que a partir de novembro, talvez dezembro, a situação seja corrigida, pois há um problema de importação. Contudo, o que queremos é uma resposta efetiva e definitiva, que é a quantidade de vacinas que precisamos”, enfatizou Thiago.

SERVIÇO:

Procure a Unidade de Saúde mais próxima de sua residência para agendar a vacinação da pentavalente. O funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 07h às 16h.



18 de outubro de 2019 - 13:43

Data da Última Modificação: 18 de outubro de 2019 - 13:43

Comments are closed.