Visconde do Rio Branco, 22 de setembro de 2019

PREFEITURA PROMOVE “AGOSTO LILÁS” PELO FIM DA VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

22 de agosto de 2019

CICLO DE PALESTRAS ORGANIZADAS PELO CENTRO DE REFERÊNCIA DE ATENDIMENTO À MULHER TEM INÍCIO COM PLATEIA LOTADA

A campanha “Agosto Lilás”, idealizada para reforçar a autoestima como arma de combate feminino à violência, tem programação especial em Visconde do Rio Branco organizada pela Prefeitura através do Centro de Referência de Atendimento à Mulher (CRAM). O evento marca o aniversário da Lei Maria da Penha, e o tema da violência contra a mulher é debatido por profissionais da área da saúde, jurídica e ativistas em dois encontros que compõe um ciclo de palestras, sendo que a abertura foi realizada na última quinta-feira (15), em evento de plateia lotada no auditório do Anexo Administrativo.

O primeiro encontro contou com a participação da Polícia Militar, do advogado Dr. Guilherme Guimarães e do promotor Dr. Luiz Fernando Câmara, da 3ª Promotoria de Justiça que tem a atribuição de combate a violência doméstica, que falou aos presentes sobre a rede de apoio existente em Rio Branco. “As mulheres têm os órgãos da Prefeitura que oferecem acompanhamento como o CRAM. Quando o caso é grave e resulta em um crime, como ameaças, abusos, ou até tentativa de feminicídio, a Polícia deve ser chamada para coibir e evitar a situação e, posteriormente, ir também à delegacia para abertura de inquérito, que será entregue ao Ministério Público. Na delegacia ela já pode requerer medidas protetivas, que é o afastamento do agressor do lar, proibição de contato ou até a aproximação do agressor a certa distância. O importante é não se calar, acreditar nos órgãos e buscar ajuda”, ressaltou o promotor.

O ciclo de palestras foi planejado de forma a abordar dois aspectos diferentes nos dois encontros, sendo eles a conscientização e o empoderamento, como explicou Leiliane Monteiro, Assistente Social do CRAM. “Este primeiro momento enfatiza a conscientização da violência, não só da conjugal, mas outros tipos também. Podemos falar da sociedade de maneira geral, que expõe a mulher a diversas vulnerabilidades. No segundo ciclo, para fechar o mês de agosto, vamos discutir o empoderamento. Como a mulher que passou pela violência pode se reerguer? Este é um trabalho do CRAM e contamos com parceiros para empoderara mulher, para que ela saiba que tem voz e autonomia e pode dar um basta, contando com uma rede de apoio.uma média de público de 100 pessoas. Estamos muito felizes de ver a população interessada e abraçando a causa conosco”, disse Leiliane. Clique aqui e veja álbum de fotos do evento. 

O próximo encontro do Agosto Lilás será no dia 29 de agosto, das 13h às 16h, no salão do Anexo Administrativo (veja cartaz ao lado).

 

SERVIÇO

Centro de Referência de Atendimento à Mulher (CRAM)

Local: Rua Jaime Silva, nº42, Bairro Alto da Boa Vista (junto ao CREAS, ao lado do Campo do Nacional)

Horário: 08h às 15:30h, de segunda a sexta-feira

Telefone:3559-1926

Denúncias 181 ou Disque 100

Todas as denúncias podem ser anônimas e o atendimento é sigiloso

 

 

 



22 de agosto de 2019 - 16:15

Data da Última Modificação: 22 de agosto de 2019 - 16:15

Comments are closed.