Visconde do Rio Branco, 08 de abril de 2020

PRIMEIRO LIRAa de 2020 APONTA RISCO MÉDIO DE INFESTAÇÃO DO AEDES EM VISCONDE DO RIO BRANCO

24 de janeiro de 2020

VETOR DA DENGUE ESTÁ PRESENTE EM 2% DAS RESIDÊNCIAS VISITADAS; COMBATE AO MOSQUITO SEGUE INTENSIFICADO

A Prefeitura de Visconde do Rio Branco realizou, entre os dias 13 e 16, o primeiro Levantamento do Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa) de 2020. De acordo com a verificação, o vetor da dengue, chikungunya, zika vírus e febre amarela está presente em 2% dos domicílios visitados. Os dados coletados apontam que o índice de infestação do mosquito na cidade é considerado de médio risco, segundo classificação do Ministério da Saúde.

A pesquisa foi desenvolvida em 2322 imóveis de diferentes localidades. “A amostragem feita pelos nossos Agentes de Combate a Endemias nos apresentou que a cada 100 imóveis, em dois há o registro de focos do Aedes. Esse dado coloca VRB em situação de alerta, mas ao mesmo tempo indica que o trabalho está no caminho certo. Pedimos à população que não abaixe a guarda e que some esforços conosco. Somente assim vamos conseguir diminuir a incidência do mosquito nesta época em que as condições climáticas são totalmente favoráveis para a sua proliferação”, destacou o Secretário Municipal de Saúde, Thiago de Castro.

AÇÕES PREVENTIVAS SEGUEM INTENSIFICADAS EM VISCONDE DO RIO BRANCO

A Prefeitura através do Setor de Endemias e Zoonoses trabalha de forma incessante durante todo o ano para combater o Aedes aegypti. Além do serviço de visitas domiciliares, a aplicação gratuita de telas nas caixas d’água de residências e o mutirão de limpeza, que percorre a cidade recolhendo lixos e entulhos, também fazem parte do plano de enfrentamento ao mosquito. “Em 2019, coletamos 106 toneladas de materiais propícios para a proliferação do Aedes. Somado a esta mobilização, ainda efetuamos a telamento de quase 9500 caixas d’água. Essas medidas são contínuas e contribuem para que a nossa atuação seja efetiva e diferenciada em relação aos demais municípios”, finalizou o Secretário.

PREVENÇÃO – Tampe caixas d’água e lembre-se de esvaziar pneus, garrafas, latas, vasos e outros objetos. O mosquito  Aedes aegypti, vetor da doença, reproduz em água parada, seja ela limpa ou suja. Portanto, não deixe água acumulada qualquer que seja o recipiente.

DENÚNCIAS SOBRE FOCOS DO AEDES AEGYPTI
Setor de Endemias e Zoonoses
Funcionamento de Segunda a sexta-feira de  07h às 11h e de 13h até 16h
Telefone: 3551-8550
Anexo à Secretaria Municipal de Saúde
Rua Major Felicíssimo, 163
Centro



24 de janeiro de 2020 - 15:47

Data da Última Modificação: 24 de janeiro de 2020 - 15:47

Comments are closed.