Visconde do Rio Branco, 20 de setembro de 2019

RELAÇÃO ENTRE DEMOCRACIA E SAÚDE PÚBLICA FOI DEBATIDA NA IX CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE SAÚDE

11 de abril de 2019

EVENTO REUNIU CERCA DE 200 USUÁRIOS DO SUS, TRABALHADORES DA SAÚDE E PRESTADORES DE SERVIÇO

Mais de 200 pessoas debateram a inter-relação entre “Democracia e Saúde”, tema da IX Conferência Municipal de Saúde, realizada na última sexta-feira (05). O público formado por usuários do SUS, trabalhadores e prestadores de serviço participaram de uma mesa redonda pela manhã, com palestrantes da área de advocacia e representante da Gerência Regional de Saúde (GRS), e na parte da tarde aconteceram discussões em grupo, plenária final e a eleição de quatro delegados que representarão Visconde do Rio Branco na etapa estadual, a ser realizada em BH no mês de junho. A Conferência teve apoio da Prefeitura em parceria com a Secretaria de Saúde e do Conselho Municipal de Saúde.

O principal objetivo do evento foi promover um debate acerca do fortalecimento dos serviços ofertados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). “Ficamos satisfeitos com participação do público presente. Os convidados para mesa redonda, a Fabiana Érica de Souza (referência técnica em Saúde Mental da GRS/Ubá) e Guilherme Guimarães de Azevedo (advogado), tendo por mediadora Ana Carolina Figueiredo (Secretária Municipal de Desenvolvimento Social), fizeram colocações muito importantes que despertaram o debate. O tema “Democracia e Saúde” é muito pertinente pelo momento em que vivemos, em que é necessário maior engajamento das pessoas para manter as conquistas e alcançar melhorias”, disse a Presidente do Conselho Municipal de Saúde, Maria Auxiliadora Iasbik.

A temática abordada na nona edição da conferência foi subdividida em três eixos: Saúde como direito; Consolidação dos princípios do Sistema Único de Saúde (SUS); Financiamento adequado e suficiente para o SUS. “Ressaltamos que a Prefeitura tem inovado, como por exemplo, criando o Pronto Atendimento Municipal 24h no ano passado e também a abertura do CAPS (Centro de Atenção Psicossocial) há quatro anos, humanizando o atendimento da Saúde Mental. Em todas as avaliações do Ministério da Saúde nossos PSF’s são bem avaliados, atestando a qualidade das equipes de profissionais e da infraestrutura que mantemos. Neste momento em que os recursos estão cada vez mais difíceis, é importante que todos os envolvidos na rede do SUS, inclusive os usuários, sejam ouvidos e multipliquem as forças na luta por Democracia e Saúde”, afirmou o Prefeito Iran.



11 de abril de 2019 - 16:31

Data da Última Modificação: 11 de abril de 2019 - 16:31

Comments are closed.