Visconde do Rio Branco, 08 de abril de 2020

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RECEBE NOVAS DOSES DE VACINAS PENTAVALENTE E DTP

20 de janeiro de 2020

QUANTITATIVO DE IMUNIZANTES DESTINADO À VRB AINDA É INSUFICIENTE PARA ATENDER DEMANDA NA CIDADE

As 140 doses da vacina pentavalente enviadas à Visconde do Rio Branco na última semana ainda são insuficientes para suprir as necessidades do município. Entretanto, para atender parte da demanda acarretada pela oferta irregular do produto no ano passado em todo o país, a Secretaria Municipal de Saúde também recebeu um lote com 400 vacinas DTP que, combinada com o imunizante contra hepatite B, deverá ser utilizada como solução provisória para proteger bebês de dois a seis meses de idade. A medida é recomendada pelo Ministério da Saúde, que desde junho de 2019 tem enfrentado problemas com os fornecedores do medicamento.

As vacinas disponibilizadas já foram encaminhadas para as unidades de saúde da cidade. “Desde a última sexta-feira, dia 17, todas as unidades já estão abastecidas, mas é importante ressaltar que não há doses suficientes para atender a demanda acumulada. Temos casos de bebês de dois, quatro e seis meses para receber a pentavalente, além de crianças de um ano e três meses e quatros anos, que devem tomar a DTP. A quantidade que solicitamos para VRB nem sempre é repassada pela Gerência Regional de Saúde, que também tem que distribuir as vacinas para outras cidades”, destacou a Enfermeira e Coordenadora de Imunização da Secretaria de Saúde, Gisele Andrade, salientando ainda que, em caso de falta da vacina em uma determinada unidade, as crianças serão encaminhadas para outra que tenha a dose disponível.

A pentavalente assegura a proteção de crianças de dois a seis meses contra difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e a bactéria Haemophilus influenza tipo B, que é responsável por infecções no nariz e na garganta. Caso o esquema vacinal do bebê seja iniciado com a combinação entre DTP e hepatite B, o reforço terá de ser feito com a penta. Após regularização dos estoques da referida imunização, prevista para acontecer em março, segundo o Ministério da Saúde, é recomendada a suspensão da medida alternativa.

 



21 de janeiro de 2020 - 09:51

Data da Última Modificação: 21 de janeiro de 2020 - 09:51

Comments are closed.