Visconde do Rio Branco, 31 de março de 2020

SERRAS DA PIEDADE E SANTA MARIA SERÃO RECUPERADAS PELA PREFEITURA E UFV

16 de outubro de 2017

CONVÊNIO PREVÊ RECUPERAÇÃO DE MAIS DE 100 NASCENTES E ABERTURA DE BARRAGINHAS

A crise hídrica que o Brasil enfrenta reflete a agressão ao sistema ecológico infligida por anos de exploração sem compensação ambiental. Neste sentido, o Prefeito Iran assinou hoje (16) um convênio de cerca de dois milhões de reais para que Visconde do Rio Branco receba um projeto piloto com a Universidade Federal de Viçosa para recuperar as nascentes da Serra da Piedade, que já é uma área de proteção ambiental e possui os principais mananciais que abastecem VRB. O projeto tem previsão de duração de quatro anos e inclui abertura de barraginhas, cercamento de nascentes e recuperação de áreas degradadas, e será ampliado para a Serra de Santa Maria.

Barraginha aberta pela Prefeitura na Serra de Piedade de Cima em 2015

A área circunscrita na Serra da Piedade pela equipe do departamento de Geografia da UFV compreende 400 hectares de terra, recuperando em torno de 120 nascentes. “Não adianta plantar mudas sem planejamento. Então, já estamos preparando o viveiro da Prefeitura, orientando a equipe, pois será necessárias 104 mil mudas de árvores nativas que serão a proteção das nascentes, além das cercas e arames. Estes 400 hectares da Piedade foram calculados com a medida estabelecida em lei, que é um raio de 50m em torno da nascente. Ou seja, é muito trabalho, plantio, adubação e cuidados”, explicou Dr. André Luiz Lopes de Faria, professor chefe do Departamento de Geografia da UFV.

Visconde do Rio Branco é a primeira cidade a firmar convênio com a UFV para recuperação ambiental. “A Universidade tem expertise muito grande neste tipo de trabalho mas, apesar disso, temos dificuldade de entrar nos municípios. O que temos a oferecer é a capacidade técnica e laboratório, e o investimento em bolsas e equipamentos será revertido para a comunidade pela transferência tecnologia e recuperação das áreas.VRB está se destacando pelo interesse do Prefeito, foi ele que iniciou o processo”, explicou o Professor. “Temos um conjunto de fatores para analisar, pois a natureza não é uma ciência exata. Vamos monitorar as áreas pelo menos uma vez por mês nestes quatro anos, observando o crescimento, a vazão do rio, a infiltração das barraginhas. O resultado é a longo prazo, cerca de cinco anos, mas se protelar mais a situação poderá piorar e todos sofrerem consequências”, finalizou Dr. André.

PREFEITURA INVESTE EM RECUPERAÇÃO AMBIENTAL

“As Serras da Piedade e Santa Maria são onde nascem nossos mananciais, estão devastadas, com pouca vegetação.  Nunca é tarde para começar, mas o município perdeu muitos anos. Desde 2013, lutamos pelo Plano Municipal de Saneamento Básico, aprovado ano passado, porque através dele faremos o Tratamento de Esgoto, já contratado, e também a recuperação das Serras. Temos certeza que deixaremos um legado positivo para as próximas gerações com esta iniciativa de recuperação ambiental pioneira na região”, afirmou Prefeito Iran.

 



16 de outubro de 2017 - 16:48

Data da Última Modificação: 16 de outubro de 2017 - 16:48

Comments are closed.

Abrir Zap
Fazer uma denúncia sobre Coronavírus...
Fazer uma denúncia sobre Coronavírus...
Powered by