Visconde do Rio Branco, 31 de março de 2020

TRABALHO CONJUNTO DE FISCALIZAÇÃO DE LOTES SURTE EFEITO POSITIVO NO COMBATE À DENGUE

22 de agosto de 2019

IMPLEMENTADA PELA PREFEITURA, AÇÃO NOTIFICA PROPRIETÁRIOS QUANTO À SITUAÇÃO DE ABANDONO DE SEUS TERRENOS

O ano de 2019 tem sido conturbado para as cidades mineiras no que diz respeito ao elevado número de casos prováveis de dengue registrados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), cujos dados se assemelham aos de 2010, 2013 e 2016, quando aconteceram grandes epidemias. Visando diminuir a incidência do Aedes aegypti e consequentemente conter o avanço da doença, a Prefeitura de Visconde do Rio Branco promoveu inúmeras ações de combate além das que são rotineiramente realizadas. Entre as novas medidas emergenciais colocadas em prática, o trabalho conjunto envolvendo o Setor de Endemias e Zoonoses e o Departamento de Fiscalização, iniciado em março, surtiu um efeito positivo diante dos proprietários de lotes, que sob o risco de serem penalizados, estão efetuando a limpeza de seus imóveis, considerados potenciais focos para a proliferação do mosquito.

Intitulada “Ou limpa, ou paga multa”, a iniciativa continua sendo desenvolvida, com os Agentes de Endemias identificando os terrenos em situação de abandono e repassando as informações aos fiscais do município, que são encarregados por tomarem as medidas cabíveis. “De posse do levantamento que os servidores do Setor de Endemias e Zoonoses fazem durante as visitas aos bairros, acionamos o Departamento de Cadastro da Prefeitura para obter os dados do proprietário e notificá-lo sobre o estado em que se encontra o lote. Até o momento, não tivemos que aplicar nenhuma multa, pois a partir da autuação e da nossa abordagem, os donos desses terrenos se mostram cientes das suas responsabilidades e entendem os riscos que podem ser causados à saúde da população”, explicou o fiscal Felipe Rachid.

O Secretário de Saúde, Thiago de Castro, enfatizou que as ações de enfrentamento ao Aedes seguem intensificadas em VRB. “Com as várias medidas preventivas que promovemos e o fato das atuais condições climáticas serem desfavoráveis para a reprodução do mosquito, conseguimos diminuir consideravelmente os casos de dengue na cidade. Porém, sabemos que esse quadro pode mudar. Por isso, mesmo neste período de baixas temperaturas em que a incidência do Aedes tende a ser menor, continuamos com a força tarefa realizada desde o início do ano para evitar que a população seja afetada pelas doenças transmitidas por ele. Esperamos também contar com o apoio dos rio-branquenses, que dedicando poucos minutos durante o dia, estarão colaborando para o sucesso do nosso trabalho”, disse.



22 de agosto de 2019 - 16:15

Data da Última Modificação: 22 de agosto de 2019 - 16:15

Comments are closed.

Abrir Zap
Fazer uma denúncia sobre Coronavírus...
Fazer uma denúncia sobre Coronavírus...
Powered by