Visconde do Rio Branco, 27 de novembro de 2020

SECRETARIA DE CULTURA DISPONIBILIZA CADASTRO REFERENTE À LEI ALDIR BLANC

6 de agosto de 2020

MAPEAMENTO IRÁ IDENTIFICAR PROFISSIONAIS E ESPAÇOS ARTÍSTICOS DO MUNICÍPIO

Depois da sanção da Lei Aldir Blanc (Nº 14.017) pelo Presidente da República, a qual ainda está sujeita a regulamentação, a Secretaria Municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, acaba de disponibilizar os cadastros para mapeamento da classe artística local, incluindo os profissionais do segmento (artesãos, atores, cantores, compositores, DJs, dançarinos, músicos, produtores, professores, técnicos e afins), além de espaços culturais, sejam eles físicos ou não, tais como (ateliês, coletivos, cooperativas, circos, feiras, livrarias, microempresas, produtoras de cinema, entre outros). A ação visa identificar categoricamente o setor a fim de melhor implementar os recursos fornecidos pelo Governo Federal.

De acordo com a colaboradora da iniciativa na região, Rafaella Lima, o cadastramento é fundamental para o êxito do processo. “O preenchimento desses dados vai trazer muitas informações sobre quem são os agentes e quais são os espaços culturais da cidade, o que nos permitirá planejar e executar de maneira assertiva o emprego da verba destinada a Visconde do Rio Branco”, pontua a auxiliar do comitê gestor da Lei, composto por representantes do poder público e da sociedade civil.

Para os profissionais do setor, há *dois cadastros a serem realizados, sendo um municipal, para mapeamento do trabalho, e outro estadual, que irá determinar se o indivíduo está apto a receber o auxílio emergencial. Já para os espaços de fruição cultural, existe apenas o cadastro da cidade, uma vez que o subsídio destinado aos mesmos é de responsabilidade do município, conforme análise do referido comitê. “O interessante é que todos os artistas façam a inscrição, pois mesmo que ele não seja contemplado pelo auxílio, serão lançadas outras alternativas de fomento à classe, como editais, chamamentos públicos e premiações, também previstas na Lei”, ressalta.

O preenchimento deve ser realizado prioritariamente pela internet, através dos links abaixo, e para os profissionais que não possuem acesso à rede, o atendimento será feito no Anexo Administrativo somente perante agendamento pelo telefone (32) 3551-8161.

 

*CADASTRO MUNICIPAL PARA AGENTES CULTURAIS

*CADASTRO ESTADUAL PARA AGENTES CULTURAIS (AUXÍLIO EMERGENCIAL)

CADASTRO MUNICIPAL PARA ESPAÇOS CULTURAIS



17 de agosto de 2020 - 10:19

Data da Última Modificação: 17 de agosto de 2020 - 10:19

Comments are closed.